segunda-feira, 14 de Abril de 2014


Letra:

Mais uma promessa
Mais um dia a duvidar
Mais outro remendo à pressa
Mais uma forma de te procurar

A saudade não dá tréguas
Pede um sopro de ar
Para em mágoas repousar

Se eu falar talvez tu negues
Me chames a dançar
Sinta o corpo a voar

Só é dor se for vontade
De agarrar
Só é fogo se queimar

Só é felicidade
Enquanto durar
Só é fogo se queimar

Só mais um momento
Lamento muito tempo, tanto tempo a mais
Mais que um sentimento
Mais que o segredo, ainda é cedo

A verdade mora a léguas
Faz cambalear
Tem, tem grades a penar

Se eu falar talvez tu negues
Me chames a dançar
Sinta o corpo a voar

Só é dor se for vontade
De agarrar
Só é fogo se queimar

Só é felicidade
Enquanto durar
Só é fogo se queimar

Só é dor se for vontade
De agarrar
Só é fogo se queimar

Só é felicidade
Enquanto durar
Só é fogo se queimar

Só é dor se for vontade
De agarrar
Só é fogo se queimar

Amor Electro - Só É Fogo Se Queimar


Letra:

É ou não é
Que o trabalho dignifica
É assim que nos explica
O rifão que nunca falha?

É ou não é
Que disto, toda a verdade,
Que só por dignidade
No mundo, ninguém trabalha!

É ou não é
Que o povo diz que não,
Que o nariz não é feição
Seja grande ou delicado?

No meio da cara
Tem por força que se ver,
Mesmo até eu não meter
Aonde não é chamado!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

É ou não é
Que um velho que à rua saia
Pensa, ao ver a minissaia:
Este mundo está perdido?!

Mas se voltasse
Agora a ser rapazote
Acharia que saiote
É muitíssimo comprido?

É ou não é
Bondosa a humanidade
Todos sabem que a bondade
É que faz ganhar o céu?

Mas na verdade, não
Lá sem salamaleque,
Eu tive que aprender
É que ai de mim se não for eu!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é!
Ai, não, não é!
Digam lá se assim ou não é?
Ai, não, não é! Pois é!

Mariza - É ou Não É



Letra:

Oiça lá ó senhor vinho,
vai responder-me, mas com franqueza:
porque é que tira toda a firmeza
a quem encontra no seu caminho?

Lá por beber um copinho a mais
até pessoas pacatas,
amigo vinho, em desalinho
vossa mercê faz andar de gatas!

É mau procedimento
e há intenção naquilo que faz.
Entra-se em desequilíbrio,
não há equilíbrio que seja capaz.

As leis da Física falham
e a vertical de qualquer lugar
oscila sem se deter
e deixa de ser perpendicular.

"Eu já fui", responde o vinho,
"A folha solta brincara ao vento,
fui raio de sol no firmamento
que trouxe a uva, doce carinho.

Ainda guardo o calor do sol
e assim eu até dou vida,
aumento o valor seja de quem for
na boa conta, peso e medida.

E só faço mal a quem
me julga ninguém
e faz pouco de mim.
Quem me trata como água
é ofensa, pago-a!
Eu cá sou assim."

Vossa mercê tem razão
e é ingratidão
falar mal do vinho.
E a provar o que digo
vamos, meu amigo,
a mais um copinho!

Mariza - Oiça Lá Ó Senhor Vinho



Letra:

Eu sei que a vida tem pressa
Quer tudo aconteça sem que a gente peça
Eu sei, Eu sei
Que o tempo não para
O tempo é coisa rara
E a gente só repara quando ela já passou

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo
Que me dê mais tempo, para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui.

Cantei
Cantei a saudade
Da minha cidade
E até com vaidade

Cantei
Andei pelo mundo fora
E não via a hora
De voltar para ti

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo
Que me dê mais tempo, para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui.

Não sei, se andei depressa demais
Mas sei, que algum sorriso eu perdi
Vou pedir ao tempo
Que me dê mais tempo, para olhar para ti
De agora em diante, não serei distante
Eu vou estar aqui.

Mariza - O Tempo Não Pára


Kika - Stars



Letra:

We're a thousand miles from comfort, we have traveled land and sea
But as long as you are with me, there's no place I rather be
I would wait forever, exulted in the scene
As long as I am with you, my heart continues to beat

With every step we take, Kyoto to The Bay
Strolling so casually
We're different and the same, gave you another name
Switch up the batteries

If you gave me a chance I would take it
It's a shot in the dark but I'll make it
Know with all of your heart, you can't shame me
When I am with you, there's no place I rather be
N-n-n-no, no, no, no place I rather be

We staked out on a mission to find our inner peace
Make it everlasting so nothing's incomplete
It's easy being with you, sacred simplicity
As long as we're together, there's no place I rather be

Hmmmmmmmmmm, hoooooooooo

Yeah-e-yeah-e-yeah-e-yeah-e-yeah, yeah, yeah

Tradução:


Estamos a milhares de quilômetros do conforto, percorremos a terra e o mar
Mas enquanto estás comigo, não há nenhum lugar que eu prefira estar
Eu esperaria para sempre, exultou com a cena
Enquanto eu estou contigo, o meu coração continua a bater

Com cada passo que damos, de Kyoto para The Bay
Passear tão casualmente
Nós somos diferentes e iguais, dei-lhe outro nome
Muda as baterias

Se tu me desse uma hipótese, eu a pegaria
É um tiro no escuro, mas eu vou fazer isso
Saiba com todo o teu coração, tu não podes me envergonhar
Quando estou contigo, não há nenhum lugar que eu prefira estar
Nnn-não, não, não, não há lugar que eu preferiria estar

Estamos demarcados em uma missão para encontrar a nossa paz interior
Torná-la eterna, então nada está incompleto
É fácil estar contigo, simplicidade solene
Enquanto estamos juntos, não há nenhum lugar que eu prefira estar

Hmmmmmmmmmm, hoooooooooo

Yeah-e-yeah-yeah-e-e-sim-e-yeah, yeah, yeah

Clean Bandit - Rather Be

Letra:

Ela comenta, lamenta e quer que eu aguarde
Enquanto lentamente a saudade aumenta no quarto
E ela emenda dá uma agenda e quer que eu a aguarde
Mas se me prende pode ser que eu me arrependa mais tarde
Ou aprenda a gostar ou tenta mais tempo a apostar na gente
Ou sou exigente ou ficas tarde
Mas eu sou mais tarde do estúdio a investir
No meu futuro estúpido para existir, sê diligente
E eu adoro que tu me adores sem lençol no teu corpo
Até fechar os estores à sol que vem da minha ponte
O risco de por toda a ruptura e ternura  em confronto
E ver numa moldura e para a ruptura ainda não está pronto

Porque não sei se tu me gramas, mas sei que tens capas
Mas se for só esse o caso pões as gramas em capas
Dama eu sei que sou azedo e retrocedo no fim
Eu não cedo assim tão cedo tenho sido sempre assim
Existe o medo que ela desista
E eu fique o gajo chato que ela fala à sua nova conquista
Os homens são uma merda é o discurso que espalha
E nós só queremos que não nos caia uma dama dos caia
Que nojo, distraia e mais tarde nos traia
Que saia da saia da mãe e regresse com a tralha
Agora é dificil encontrar alguém que me vicie
Ficar calmissimo até à calvisse e tu grisalha

Não foram precisos nós para haver um laço
Até que algum de nós o violasse
Agora tentas mas não podes tirar o que passamos um dia
Saudades das fotos que nós nunca tirámos eu queria
Eu dispenso a desavença e eu perco a cabeça
Em cada sentença vai sentir-se avesso eu diria
Queres um amigo ou um boy que te acompanhe
Queres estar comigo ou queres estar com alguém
Há uma diferença avalia e pensa

A dúvida cai (cai)
Como chuva grossa
O animo vai (vai)
Mergulha numa poça
A minha esperança
(a minha esperança)
Trava na insegurança (2x)

Eu podia ser o teu melhor amigo
Aquele amante atencioso o teu segundo umbigo
O ombro que consola
O Companheiro atento que nem sequer liga a consola
E eu sou quase tudo isso, quase
Mas só e apenas quase, mas só e apenas quase
Numa frase eu tenho sido apenas aquele amigo ausente
Aquele amante indigente,

Por isso vou ser o ombro que te falha,
Surdo interlocutor, que só te responde palha
Quando calha, fingindo ter ouvido
No meio dos três encontras-me perdido
Partido desfeito em quase nada
Um dia tens uma surpresa inesperada
Vou passar à proxima fase
Não te minto que sinto que estou quase

A dúvida cai (cai)
Como chuva grossa
O animo vai (vai)
Mergulha numa poça
A minha esperança
(a minha esperança) (2x)

A dúvida cai
O animo vai (2x)

Trava na insegurança (2x)

5-30 - Dúvida